/ STARTUP

O Segredo Da Banquinha De Cachorro Quente

Alguns dos negócios mais lucrativos e dos empreendedores que alcançaram mais resultados que eu já conheci na vida têm um ponto em comum.

O mais interessante é que geralmente esse ponto em comum está escancarado na frente de qualquer empreendedor. Mas para encontrá-lo você precisa conhecer profundamente o seu negócio.

Vários empreendedores vêm se beneficiando desse segredo há muito mais tempo do que você imagina.

É uma estratégia que serve para qualquer tipo de empreendimento ou ramo de negócio que você atuar. Uma multinacional, um negócio digital, ou uma barraca de cachorro quente.

Como assim?

O melhor exemplo que eu conheço dessa estratégia aconteceu em Nova Iorque, e está contada no livro “Fama e Anonimato”, do escritor Gay Talese. Ele conta que existia uma uma barraca de cachorro-quente que lucrava tanto que conseguia pagar o aluguel do metro quadrado mais caro da cidade.

O nome dessa barraca era Nedick’s. Segundo Gordon Kyle, o maior avaliador de terrenos da cidade na época, você não conseguiria comprar a barraca da Nedick’s nem se oferecesse 1 milhão de dólares.

0
Essa história se passa durante a década de 1960. A barraca ficava cravada simplesmente no ponto mais movimentado de Manhattan. No meio dos prédios mais caros e valorizados, no metro quadrado mais caro da cidade. Na esquina da Thirty Street com a Broadway, onde passavam diariamente 300 mil pessoas.

Dessas 300 mil pessoas, 8 mil eram praticamente empurradas para dentro da Nedick’s.

Eles ostentavam com orgulho uma credencial: a barraquinha de cachorro quente mais movimentada do mundo.

Eles ficavam na esquina da poderosa loja de departamento Macy’s. Mas os nova iorquinos brincavam que a Macy’s é que ficava perto da Nedick’s.

O faturamento anual era estimado em 400 mil dólares (se você corrigir esses valores para os dias de hoje, dá mais de 3 milhões de dólares). E sabe o que eles vendiam?

Cachorro-quente e suco de laranja.

O primeiro custava quarenta centavos e o segundo dez.

Qual era o segredo deles? A estratégia de negócio deles é exatamente a mesma que você pode adaptar para o seu negócio e para qualquer empreendimento que você entrar na sua vida.

Eu juro que vou contar o segredo, mas para você entender isso, antes eu preciso contar como funcionava a Nedick’s.

Como o ticket médio dele era muito baixo (quarenta centavos um cachorro-quente), eles tinham que compensar vendendo uma grande quantidade de comida.

“Nós temos que fazer as pessoas chegarem e saírem da banquinha em menos de quatro minutos, senão perdemos dinheiro”, explicava o gerente do local.

O dono calculava que para a barraca não travar, o cliente tinha que ficar 4 minutos lá dentro. E por isso ele não colocava bancos, pra ninguém sentar e passar mais tempo lá.

Calculou também que cada vez que um freguês fumasse um cigarro, a loja perderia 2 dólares em rotatividade.

Dentro da barraca você só ouvia o barulho das caixas registradoras, sentia apenas o cheiro da salsicha que rodava nos espetos, o som do suco de laranja escorrendo nos copos.

Quase nenhuma voz, quase nenhuma conversa. As pessoas só entravam, comiam e iam embora.

E no cardápio, ele não deixava fazer nenhuma alteração, nem tirar, muito menos acrescentar algo.

Certa vez um executivo da empresa sugeriu de incluir salada de frutas no cardápio. Mas o gerente calculou que as pessoas levariam 15 minutos para comer. Até o cafezinho foi cortado do menu. “Tempo demais, recusei”, sentenciou o gerente.

Assim ele vendia absurdos 5 mil cachorros-quentes por dia. Conseguia pagar com sobras os 95 mil dólares para sustentar aluguel e despesas do pequeno ponto que comportava 32 clientes por vez em 18 metros quadrados.

Aqui está a grande sacada que intuitivamente a Nedick’s entendeu. Uma sacada que eu já vi muitos empreendedores perderem dinheiro porque não se atentaram a isso. Focar no básico.

A Nedick’s sacou que fazer o básico é o grande segredo de um negócio, seja ele qual for.

Se a loja dele sabia vender cachorro-quente, era no cachorro quente que ele ia focar as energias da empresa. Em como otimizar e melhorar o atendimento para vender cachorro-quente.

Ele entendeu que abrir demais o cardápio, tentar abraçar o mundo e fazer de tudo, só faria o negócio dele se perder.

E a tendência é que você vai subestimar essa ideia. Esse é o erro de muitos empreendedores e futuros empreendedores.

Você vai achar que o seu sucesso depende de vender mil produtos.

Ou de estudar todas as técnicas de vendas que você encontrar pela frente.

Quando, na verdade, o que vc tem que fazer é focar no básico.

Quando eu digo fazer o básico, não é questão de ser uma tarefa corriqueira, algo banal. Fazer o básico não quer dizer algo que um amador faz.

O básico é a base. A essência. A espinha dorsal.

E sabe por que eu estou te falando isso?

Porque o marketing digital tem inúmeras técnicas, muito conteúdo espalhado por aí. Se você procurar no Google, vai encontrar mais de 23 milhões de resultados para marketing digital.

E se você não souber o básico, o conteúdo que realmente importa, você vai perder muito tempo. Vai desperdiçar muito dinheiro.

Você que tem uma ideia e deseja em menos de 45 dias de inicio a uma Startup, nós temos 7 técnicas para isso. Vamos Conversar?

O Segredo Da Banquinha De Cachorro Quente
Compartilhe isto