/ E-Commerce

Qual a importância de integrar o ERP ao e-commerce?

Primeiramente, vamos esclarecer os principais pontos necessários para você entender o que é software ERP.

O que é ERP (Enterprise Resource Planning)?

ERP, é uma sigla em Inglês que significa Enterprise Resource Planning , que nada mais é, em português que, Planejamento dos Recursos da Empresa.

Podemos entender que o software ERP é um sistema de informática responsável por cuidar de todas as operações diárias de uma empresa, desde o Faturamento até o balanço contábil, de Compras a fluxo de caixa, de apuração de impostos a Administração de Pessoal, de inventário de estoque às contas a receber, do ponto dos funcionários a controle do maquinário da fábrica, enfim, todo o trabalho administrativo e operacional feito numa empresa.

A primeira e mais atrativa vantagem de integrar ERP e e-commerce é obter uma visão abrangente de todos os setores da empresa em uma única plataforma, o que facilita a tomada de decisões. Além disso, integrar ERP e e-commerce oferece:

Menos burocracia:

Integrar ERP e e-commerce permite diminuir a documentação usada para comunicação entre setores e possibilita reduzir a impressão de papéis, uma vez que as operações podem ser realizas on-line .

Mais automação:

Tarefas como as da criação de NF-e, pedidos, ordens de produção, ordens de separação, etc., podem ser realizadas automaticamente, sem a intervenção manual de operadores.

Mais velocidade:

Com menos burocracia e menos intervenções manuais, integrar ERP e e-commerce faz com que os processos de trabalho fiquem mais rápidos, as informações trafegam com maior velocidade e os consumidores são atendidos com mais agilidade.

Menos redundâncias:

Duplicações de pedidos e vendas do mesmo produto em canais de vendas diferentes são situações que geram inúmeros problemas, mas que deixam de ocorrer ao integrar ERP e e-commerce.

Menos erros:

A automatização e a agregação das informações em uma plataforma única permitem que um e-commerce tenha menos erros de processos que os seus concorrentes que não usam ERP.

Mais economia:

Menos erros significa menos retrabalho, menos gastos com materiais, menores custos, os quais se traduzem em mais economia e em mais lucro no final das contas.

Mais organização:

Com um ERP, o e-commerce poderá usufruir de maior organização em todos os setores. O sistema pode cuidar até de coisas bem complexas como a tributação e a gestão de frete no e-commerce, por exemplo.

Para integrar ERP e e-commerce, no entanto, é preciso que a loja virtual esteja implementada em uma plataforma que admita a integração dos sistemas. Ou seja, uma plataforma escalável o suficiente para permitir o crescimento rápido da sua loja virtual

E como o assunto é plataforma e-commerce, não poderiamos deixar de falar da maior neste segmento, a Magento.

Magento é a plataforma de e-commerce mais completa e popular da atualidade, a preferida entre a comunidade desenvolvedora pela sua robustez, flexibilidade e quantidade de módulos adicionais.

loja-virtual-magento

Com um dos sistemas mais completos e preparados para SEO devido a sua arquitetura, os usuários conseguem reduzir custos extras com marketing. A plataforma também é altamente customizável, tanto em funcionalidades quanto layout, não há limites para implementar o design desejado.

Abaixo, confira o interesse pelas plataformas Magento, WooCommerce, OpenCart e PrestaShop segundo dados do Google Trends no período de 2011 a 2018.
Melhores-plataformas-de-ecommerce-Google-Trends-2018-768x408

Qual a importância de integrar o ERP ao e-commerce?
Compartilhe isto