/ GESTÃO DE PROJETOS

Visão macro da criação de um Projeto

Quando vemos um aplicativo finalizado, com uma versão estável (disponível para o público), pouco imaginamos do processo percorrido para chegar no resultado que estamos vendo.

Neste artigo, vamos explorar a visão macro da criação de um projeto, as principais etapas percorridas pela equipe ao desenvolver os recursos que usamos no dia a dia em aplicações.

Todo o processo começa com a identificação de uma necessidade, um problema a ser resolvido, algo que ao ser organizado em software, pode trazer facilidades ao usuário ou economia de algum recurso. Evolui na definição do produto e desenvolvimento do mesmo, e por fim a publicação e gerenciamento de crescimento de uso em alta performance.

Identificar uma oportunidade

Quando identificamos a existência de uma necessidade que pode ser resolvida com um aplicativo, é importante fazer uma pesquisa de mercado, assim é possível avaliar a real carência de determinado aplicativo. Caso a resposta for positiva, é importante levar em consideração os possíveis usuários deste software, pessoas que possuem o problema em questão, ao qual o aplicativo pretende resolver, e se este estaria disposto conhece-lo e possivelmente pagar pela solução.

Cria modelo conceitual - UX

Se a ideia passar pela análise de mercado de forma satisfatória, ficando claro existência da oportunidade e a certeza de inovação ao mercado, chegamos a etapa de criação de um modelo conceitual do produto.

Nesta etapa, busca-se organizar:

  • modelos visuais similares;
  • desenhar telas, projetar experiência de usuário (UX);
  • identificar recursos necessários para atender o problema de pesquisa;
  • identificar regras de uso (regras de negócio, requisitos);
  • identificar viabilidade jurídica;
  • identificar escala e frequência de uso;
  • separar recursos em versões, separando o MVP (Mínimo Produto Viável) para V1.

Planejamento do Desenvolvimento

Após a definição do produto a ser desenvolvido, suas regras e limites, podemos iniciar o planejamento para a criação. Esta fase divide-se em:

  • Definir o ecossistema do projeto (conjunto de tecnologias de servidor, front-end, back-end, banco de dados;
  • Introdução do produto para equipe de desenvolvimento;
  • Planejamento de prazos de produção (subdivide-se o projeto em pequenas partes para serem entregues e avaliadas semanalmente);
  • Estipulação da data de entrega final da primeira versão.

Codificação, em busca do BETA

Ao dar início na codificação de um projeto, existem vários recursos que devem ser configurados, tal como sistemas de versionamento, repositórios compartilhados, servidores, licenças de publicação, criação de projetos start entre outros.

As rotinas de desenvolvimento e testes em geral são organizadas pela metodologia SCRUM, com foco nas datas estabelecidas para entrega, as micro atividades são divididas em cartas de trabalho que são criadas e organizadas pelo gestor do projeto.

Rotina de Teste

Ao ter uma versão beta, inicia-se a fase de teste em um grupo de controle, faze que busca de possíveis erros (bugs) e identificar pequenas mudanças de layout (UX) que possam facilitar o uso na visão do cliente final. Nesta faze é importante identificar os feedbacks para gerar cartas de correção e gerar a partir desta a versão final do MVP

Publicação

Uma vez que o projeto atende os requisitos pré-estabelecidos e está livre de erros, otimizado pela equipe de teste, pode se dizer que foi criado uma versão estável que pode ser publicada para usuários fora do grupo de controle.

Para tal é importante criar servidores isolados para ter distinção do projeto de desenvolvimento e o de produção, rotas de domínio, licenças e código passam a ter dois ambientes, onde um código de desenvolvimento só passa para produção após uma bateria de testes automatizados, bem como teste de usuários antes da liberação.

Escalabilidade

Uma vez que o aplicativo começa receber mais usuários de forma progressiva, é normal que se fará necessário aumentar a escala de processamento para atender o aumento de uso, aqui ações de redimensionamento de máquinas de forma horizontal ou replicagem vertical, somadas com estratégias de redundância gerem uma entrega de conteúdo com alta performance.

Este é um resumo das principais fazes na criação de um aplicativo, porem aqui não foi considerado as estratégias de Marketing e Divulgação que correm juntas em paralelo ao desenvolvimento do software. O prazo completo de execução do start até a publicação pode variar muito dependendo do problema de pesquisa, porém é confortável afirmar que 3 meses é um prazo padrão para uma equipe experiente colocar o MVP em produção.

Ficou com dúvidas, entre no chat e teremos o prazer em lhe orientar.

Visão macro da criação de um Projeto
Compartilhe isto